Palmas, sexta 21 de setembro de 2018

Futebol

Antonio Carlos treina mesmo na folga do Palmeiras com intuito de manter o posto de um dos jogadores mais utilizados em 2018

21/06/2018 16h35

Foto: Divulgação/AV Assessoria de Imprensa
O Palmeiras fez 38 jogos oficiais até então nesta temporada. Em 31 desses compromissos, o zagueiro Antonio Carlos esteve presente. Ele é o terceiro jogador do elenco comandado por Roger Machado que mais minutos ficou em campo em 2018, só sendo superado por Jailson e Dudu.

Tamanha sequência de jogos, treinos e viagens, acabaram fazendo com que Antonio Carlos tivesse uma pequena lesão no musculo posterior da coxa. Com isso, o camisa 25 palmeirense ficou de fora dos dois duelos do Verdão antes da parada da Copa do Mundo diante de Ceará e Flamengo.

Com a parada da Copa do Mundo, o elenco palmeirense ganhou folga até o próximo dia 25 de junho. Mas, pensando na sequência do ano e em sua recuperação, Antonio Carlos está treinando e tratando na Academia de Futebol para chegar nas melhores condições físicas na data da reapresentação oficial do elenco. “Não posso deixar a poeira baixar. Quero manter a boa sequência de jogos que tive no primeiro semestre e abdiquei sim do período de descanso para vir ao clube treinar e tratar. Quero chegar 100% em todos os aspectos para dar minha contribuição ao time e mantermos a boa temporada que estamos tendo sob o comando do Roger”, declarou o defensor.

Além do número de jogos em 2018, Antonio Carlos vem sendo importante também em outros aspectos. Ele já marcou três gols no ano, sendo dois deles em clássicos contra São Paulo e Santos. Aliás, quando o defensor balançou as redes adversárias, o Palmeiras venceu os seus compromissos. Vivendo a melhor fase da carreira, ele comemora os 67% de aproveitamento que tem neste ano pelo Verdão. “Meu melhor aproveitamento tinha sido em 2014 no Avaí com pouco mais de 50% dos pontos. Neste ano no Palmeiras esse número melhorou muito e estou tendo uma sequência importante de partidas. Já foram mais de 30 no ano e o clube vem sendo reconhecido por sofrer poucos gols, fato que para um zagueiro é sempre positivo. Mas, sei também que é importante, quando tiver oportunidade, demonstrar força ofensiva e fui abençoado já com três gols em 2018 e desejo marcar mais”, concluiu.




AV Assessoria de Imprensa

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.