Palmas, terça 23 de julho de 2019

Lutas

Apesar de derrota, Barão recebe mais que o dobro de salário de Dillashaw no UFC 173

28/05/2014 08h48

divulgação Barão (esq.) e Dillashaw (dir.) fizeram a luta principal do UFC 173.

No último sábado (24), no UFC 173, TJ Dillashaw dominou Renan Barão e roubou o cinturão dos galos do UFC que pertencia ao brasileiro. Porém, ele foi derrotado de longe pelo rival em um quesito no evento: no salário.

De acordo com os números divulgados pela Comissão Atlética do Estado de Nevada (NSAC), Barão recebeu um pagamento que é mais do que duas vezes maior do que o recebido por Dillashaw. O brasileiro embolsou US$ 74 mil com a derrota, sendo que o novo campeão levou US$ 36 mil – sendo US$ 18 mil como bônus pela vitória.

Para se ter uma ideia dos números, oito lutadores receberam uma bolsa maior do que Dillashaw, sendo dois deles, Michael Chiesa e Tony Ferguson, lutadores do card preliminar do evento. A maior bolsa foi de Robbie Lawler, que levou US$ 200 mil com a vitória sobre Jake Ellenberger. Outro brasileiro a participar do evento, Francisco Massaranduba recebeu US$ 12 mil.

Os números divulgados não incluem nenhum tipo de patrocínio ou bônus extras que os lutadores receberam. Nas premiações distribuídas pelo UFC, Dillashaw recebeu US$ 100 mil como prêmio de luta e performance da noite.

Confira os salários do UFC 173:

TJ Dillashaw: US$ 36 mil
Renan Barão: US$ 74 mil
Daniel Cormier: US$ 170 mil
Dan Henderson: US$ 100 mil
Robbie Lawler: US$ 200 mil
Jake Ellenberger: US$ 68 mil
Takeya Mizugaki: US$ 58 mil
Francisco Rivera: US$ 15 mil
James Krause: US$ 20 mil
Jamie Varner: US$ 17 mil
Michael Chiesa: US$ 40 mil
Francisco Trinaldo: US$ 12 mil
Tony Ferguson: US$ 40 mil
Katsunori Kikuno: US$ 10 mil
Chris Holdsworth: US$ 30 mil
Chico Camus: US$ 12 mil
Mitch Clarke: US$ 20 mil
Al Iaquinta: US$ 14 mil
Vinc Pichel: US$ 16 mil
Anthony Njokuani: US$ 20 mil
Sam Sicilia: US$ 20 mil
Aaron Phillips: US$ 8 mil
Jingliang Li: US$ 16 mil
David Michaud: US$ 8 mil


POR BRUNO FERREIRA


   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.