Palmas, sábado 16 de dezembro de 2017

Futebol

Presente em 31 das 32 rodadas da Série B, Rafael Lima divide méritos por sequência de jogos

01/11/2017 12h23

Divulgação

Zagueiro sempre está exposto a suspensões e lesões. Mas, Rafael Lima vem quebrando essa “regra” com a camisa do América do Mineiro nesta Série B. Das 32 rodadas disputadas até então, o defensor atuou como titular em 31 partidas do Coelho. Ele só ficou fora da 18ª rodada, quando os comandados de Enderson Moreira venceram o Londrina por 3×2 na Arena Independência. Na oportunidade, Rafael Lima ficou ausente pelo terceiro cartão amarelo.

Capitão do América Mineiro, Rafael Lima não esconde a felicidade pela sequência de partidas no Coelho, mas faz questão de dividir os méritos. “Essa é uma marca que me deixa contente, mas é algo que precisa ser dividido. A conquista não é só minha. Contamos com grandes profissionais na aérea médica, de fisioterapia, de fisiologia e de preparação física. Quem também preciso agradecer é o técnico Enderson Moreira, que desde a minha chegada ao América, sempre me passou confiança e deu moral”, relatou o zagueiro de 31 anos.

O América Mineiro está em terceiro lugar da Série B com 57 pontos, cinco a mais que o Oeste, atual quinto colocado. Apesar da boa vantagem, o Coelho vem de três empates consecutivos, mas Rafael Lima, que tem um acesso à Série A com a Chapecoense, faz questão de tranquilizar o torcedor americano. “Nós somos a equipe que menos perdeu na competição. Então estamos sendo muito visados. Os adversários tem feito de tudo para nos vencerem. Cabe a nós termos mais cuidados para não oferecermos oportunidades de gol aos rivais e quando tivermos as chances de gol, precisamos ser mortais”, declarou o camisa 3.

No próximo sábado, às 17h30, o América Mineiro volta a campo pela Série B diante do Guarani no estádio Brinco de Ouro. O rival não perde há três rodadas e, por isso, Rafael Lima faz um alerta para o compromisso fora de casa. “É um jogo decisivo para as duas equipes e de um grau de dificuldade muito grande. O Guarani se recuperou nas últimas rodadas, tem atletas de muita qualidade e um treinador que sabe motivar suas equipes. Todo cuidado é pouco para não sermos surpreendidos”, finalizou.

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.